Dicas para evoluir (sem se lesionar) na sua caminhada e obter resultados reais!

De fato, são inúmeros os benefícios da caminhada. Perda de peso, redução do percentual de gordura (a famosa definição), controle de glicemia, melhora da função cardiovascular e redução do risco de aparecimento de demais doenças.

A caminhada é simples e acessível! Quem tem filhos, por exemplo, pode levá-los e ainda ensiná-los a adotar uma vida saudável!

Porém, apenas caminhar pode atrasar ou mesmo minimizar seus resultados. Para conquistar melhores benefícios, é importante dar alguns pequenos passos:

  1. A roupa deve estar adequada à temperatura, não necessariamente ao seu objetivo. Num dia de calor, colocar casacos ou calças não irá acelerar seu emagrecimento. Você apenas eliminará mais líquido, suando mais, o que será recuperado bebendo líquidos, normalmente. Se estiver frio, procure se agasalhar, se estiver quente ponha roupas leves. Evite caminhadas em jejum e mantenha-se hidratado.

  2. Organize uma agenda semanal com pelo menos 3 caminhadas. Não faça algo com um tempo muito maior do que o que você tem disponível. Podemos fazer menores tempos, com a caminhada numa intensidade adequada. O profissional de educação física é quem pode te orientar no ajuste do tempo e da intensidade. Tudo isso, óbvio, tendo você uma uma liberação médica e, de preferência, uma orientação feita por um(a) Nutricionista;

  3. Conseguiu fazer assim por 1 mês? Agora é hora de avançar um pouco mais! Para isso, a meta é incluir mais 1 ou 2 caminhadas por semana, totalizando 4 ou 5. Dê preferência por não fazer 3 dias seguidos, principalmente se você tem dores na coluna, joelhos e/ou tornozelos. Você pode fazer, por exemplo, segunda, terça, quinta, sexta e sábado. Mas se a sua agenda só permite que acabe ocorrendo 3 ou 4 dias seguidos, não tem problema. É melhor fazer do que não fazer. Evite também a estratégia de sempre ir aumentando o tempo a cada treino.

  4. Passamos por esta fase? (sim, encare como um jogo!) Agora chegou a hora de organizar o tempo por dia e ajustar a intensidade. Caso indicado você faça de 20 e 40 minutos por dia, podemos alternar, ou seja, um dia mais tempo e no outro menos tempo. E sobre a intensidade, um dia mais veloz na caminhada quando o tempo for menor, no outro dia onde o tempo for maior ir devagar e no terceiro dia descanso para uma maior segurança. Pequenos trechos em rampas e areia também são opcionais.

    Está caminhando na orla? Alternar com pequenos trechos na areia pode otimizar seus resultados!

  5. O 3º mês chegou!!! Você conseguiu, mesmo que com dificuldades, manter uma frequência! Agora seu corpo já começa a perceber as diferenças! Neste momento, um maior ajuste na alimentação pode fazer maior diferença na sua evolução. Você anotou tudo que foi feito desde o início? Assim podemos saber para onde queremos ir e já pensar no próximo passo. Quem sabe uma corridinhas leves, alternando com a caminhada.

Viagens são excelentes oportunidades para caminhar bastante, prevenindo o ganho de peso!

Essas dicas são simples, mas é justamente na simplicidade que encontramos significado e resultados. A caminhada, sem dúvida, é uma atividade acessível e eficiente!

Não esqueça!

– Liberação médica;

– Caminhada entre 3 e 5 vezes por semana;

– Roupas adequadas à temperatura e local;

– Entre 20 e 40 minutos, de forma ajustada e orientada;

– De preferência, evitar mais que 3 dias seguidos;

– Alterne as intensidades;

– Fique atento(a) à alimentação. Procure orientação profissional;

Não é fácil, mas é simples e você pode começar agora. 

Quer começar agora? Você tem 30 dias de graça! Clique aqui e comece já!  

Criador da Foco Saúde, Profissional de Educação Física, gestor de projetos de bem-estar, certificado Responsável Técnico de Academias (CREF 1/RJ), expertise de 8 anos como avaliador físico-postural e personal trainer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *