Você fortalece o seu corpo para correr ou caminhar?

Para você que curte corrida e caminhada, em que nível de fortalecimento e segurança o seu corpo se encontra, para que se possa praticar estas atividades cada vez mais e mais, sem se lesionar?

Pois é! Não basta apenas ter o atestado médico! Muitas pessoas, na empolgação e na vontade de melhorar rapidamente seu desempenho, acabam por se lesionar, principalmente nos joelhos, no quadril e na coluna lombar, prejudicando assim não só a sua atividade, como também gerando estresse, aumentando o tempo para se alcançar seus objetivos e assim, por consequência, jogando sua motivação no ralo.

A empolgação ou a pressa por resultados acabam por gerar comportamentos inadequados nas atividades físicas.

Para melhorar seu desempenho na corrida e caminhada, independente do seu objetivo (emagrecimento, saúde, corridas de rua e outros), é fundamental fazer um trabalho de fortalecimento, que por vezes é mais rápido e simples do que se imagina!!

Vamos a algumas dicas básicas?

1 – O fortalecimento do corpo deve ser integral. Portanto, certifique-se de que seu treino tenha exercícios principalmente para coluna cervical e lombar, quadril (glúteos é obrigatório!), joelhos e tornozelo. Pergunte ao seu professor ou fale conosco!

2 – Fortalecer o corpo de maneira integral não significa que você terá que fazer diversos exercícios e gastar um tempo precioso do seu dia. Alguns exercícios como agachamentos e flexões trabalham diversas musculaturas diferentes, ao mesmo tempo, otimizando resultados e poupando seu tempo.

Alguns exercícios de aquecimento e fortalecimento ativam diversas musculaturas e articulações, otimizando o trabalho e o tempo.

3 – Caso você tenha pouco tempo no seu dia-a-dia, procure alongar seu corpo em momentos distintos, na própria mesa de trabalho, em casa ou em qualquer momento que você possa tirar 2 minutinhos e dar uma alongada. Fazer diversos alongamentos rápidos durante o dia pode te dar resultados melhores que ficar 20 minutos diretos, ou mais, alongando.

Qualquer momento do seu dia pode ser aproveitado para alongar seu corpo.

4 – Nos seus treinos de corrida, evite sair correndo, de imediato, em altas velocidades. Mesmo que você faça treinos de sprints ou qualquer modelo de HIIT., busque sempre aquecer seu corpo, com uma caminhada leve ou um corridinha leve e moderada, por 5 minutinhos aproximadamente.

Tenha sempre muita atenção aos sinais do seu corpo. Por exemplo:

*Observe se alguma parte do seu corpo dói ou “incomoda”, durante ou após a corrida/caminhada.

*Observe se alguma parte do seu corpo dói ou “incomoda” em outros momentos ou em outros dias. Tipo descendo escadas, ficando muito tempo na posição sentada ou mesmo ao agachar ou levantar para pegar algo.

*Observe se sua canela dói em algum momento da atividade.

Ficar muito tempo sentado(a) afeta coluna, quadril joelho e tornozelo.

Todos esses sintomas podem ser sinais de que você precisa alongar e/ou fortalecer seu corpo, caso contrário, inflamações e então… Você já sabe!

No mais, compartilhe sempre seus resultados e demais feedbacks com seu professor. E lembre-se: um dia de cada vez! Continuidade pode gerar melhores resultados do que “projetos rápidos”.

São dicas simples, mas que fazem toda a diferença. Veja no vídeo abaixo alguns exemplos de exercícios para cada uma das principais articulações do seu corpo, que auxiliam na corrida.

Criador da Foco Saúde, Profissional de Educação Física, gestor de projetos de bem-estar, certificado Responsável Técnico de Academias (CREF 1/RJ), expertise de 8 anos como avaliador físico-postural e personal trainer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *